Testículo Não-Descido ou Criptorquidia
Home Informativo Cirurgia Pediátrica
Testículo Não-Descido ou Criptorquidia

Alguns meninos nascem com  um os dois testículo não-descidos, ou seja, fora da bolsa escrotal. Essa malformação também é conhecida como criptorquidia. Ela ocorre em 1 até 3 % dos recém nascidos, sendo mais comuns no meninos prematuros. Um defeito de migração deste testículo que ocorre intra-útero é a causa dele, e algumas crianças ainda apresentam descenso até os primeiros meses de vida. Outras malformações e até alterações normais da criança podem simular a doença, como o testículo ectópico e o retrátil por sua vez. É esperado que o testículo preencha a bolsa escrotal até os 3 meses de vida, situação que caso não ocorra, demanda tratamento cirúrgico, o qual é o tratamento mais eficiente. O tratamento precoce aumenta a chance de fertilidade na vida adulta, traz uma proteção relativa ao câncer testicular, e permite um melhor aspecto estético. 


Após avaliação do seu Pediatra o paciente deve ser encaminhado ao Cirurgião Pediátrico de sua referência.


Imagens de Internet







COMPARTILHE:



Mais lidas
Fimose
É a incapacidade de expor completamente a glande. Expor a glande significa, conseguir “descobrir”, a extremidade do…
Hérnia Inguinal e Hidrocele
Hérnia inguinal na criança é a saída de uma víscera ( intestino, trompa, ovário,etc.), ou parte dela, da cavidade abdominal…
Sobre a Cirurgia na Criança e Anestesia
Como já havia escrito, uma criança com necessidade de um tratamento cirúrgico é um fator que deixa toda a família apreensiva.…